Mercado do milho inicia a terça-feira (24) com quedas na B3 e em Chicago

Publicado em 24/11/2020 09:34 e atualizado em 24/11/2020 12:01 310 exibições
Nos Estados Unidos, bolsa de Chicago registrou liquidação de posições, enquanto no mercado brasileiro, negociações "travaram" após alta na segunda-feira

LOGO nalogo

Esta terça-feira (24) começou com recuos nos principais contratos do mercado do milho tanto na bolsa brasileira, a B3, quanto na de Chicago, a CBOT. De acordo com análises, no mercado americano houve liquidação de posições e no brasileiro, as negociações travaram após aumento no dia anterior. 

Na CBOT, por volta das 9h11 (horário de Brasília), o contrato Dezembro/20 caía 9,00 pontos, valendo US$ 4,17/bushel, o Março/21 recuava 9,00 pontos, chegando a US$ 4,24/bushel, o vencimento Maio/21 tinha retração de 8,50 pontos, valendo US$ 4,28 pontos e o Julho/21 baixava 7,25 pontos, cotado em US$ 4,29/bushel. 

De acordo com informações do site Successful Farming, os preços caíram da noita para o dia, em parte acompanhando a soja, mas também por causa da liquidação de posições compradas, ou apostas em preços mais altos, por gestores de fundos e outros grandes investidores especulativos.

No caso do mercado brasileiro, por volta de 9h21 (horário de Brasília), a B3 apontava queda de 0,63% no vencimento Janeiro/21, chegando a R$ 80,40/saca, queda de 0,83% para o Março/21, atingindo R$ 80,15/saca, recuo de 0,51% no contrato Maio/21, valendo R$ 75,51/saca, e preço estável de R$ 68,50/saca para o vendimento Julho/21. 

Conforme informações da Agrifatto Consultoria, "estimulado pelo dólar, a semana começou agitada para os preços do milho no mercado físico. A divisa norte-americana impulsionou as pedidas dos vendedores para próximo aos R$ 81,00/sc em São Paulo, no entanto, as negociações travaram após tal aumento". 

Tags:
Por:
Letícia Guimarães
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário