Saca do milho recua no Mato Grosso, mas relação de troca é positiva para safra 21/22, diz Imea

Publicado em 01/12/2020 09:30 e atualizado em 01/12/2020 11:04 481 exibições

LOGO nalogo

O Imea (Instituto Mato-Grossense de Economia Agropecuária) divulgou relatório apontando que o preço da saca de milho disponível no Mato Grosso recuou 1,29% na última semana e ficou cotada à R$ 63,54. Este movimento foi decorrência dos “poucos negócios no mercado disponível entre produtores e tradings”.

A publicação analisa também como foi e tem sido a relação de troca do cereal para insumos como os fertilizantes, tanto para a safra 2020/21 quanto já para o ciclo 2021/22. Para a safrinha que será plantada no próximo ano, a garantia por insumos fechou o mês anterior em 93%, um avanço de 11 pontos percentuais com relação à safra passada.

Já para o ciclo 2021/22, a comercialização antecipada de insumos já chegou em 7% devido, principalmente, à atratividade da relação de troca entre o preço médio comercializado do cereal e o fertilizante.

“Deste modo, com a atual conjuntura de oferta e demanda aquecida em Mato Grosso, é percebido um momento oportuno para os produtores que procuram adquirir os insumos, a fim de travar os custos para a safra 2021/22 com menor uso de sacas para cada tonelada do fertilizante”, destaca o Imea.

Confira o relatório completo no site do Imea

Tags:
Por:
Guilherme Dorigatti
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário