Preço do milho despenca e ração para quem cria suínos e aves fica mais barata

Publicado em 15/04/2010 09:20 849 exibições
No campo o preço do milho está em queda, tanto que este ano a área destinada a cultura foi 12 % menor, com o grão mais barato as rações usadas para alimentar os suínos e as aves também tiveram redução, mas na hora de comprar a carne o efeito para o consumidor é o contrário, os produtos foram reajustados, a explicação também está no campo.

Na propriedade de Luciano Muzzi Mendes, em Maracajú, o milho foi plantado há dois meses. Este ano área destinada a safrinha foi menor - quase 500 hectares a menos, o motivo da redução: o preço. “Não adianta aumentar a área sendo que o risco é grande, então optamos por fazer em uma área menor”, afirma o produtor.

O preço comercializado do milho vem caindo nos últimos dois anos. Em 2009 a saca chegou a 16 reais. Agora, está sendo comercializada em treze reais.

Se por um lado os agricultores reclamam. Por outro, os suinocultores ganharam um fôlego. Com o preço do milho menor, a ração feita a base do grão ficou mais barata.

O que fez a diferença para este pequeno suinocultor. “Meu consumo é de 300 a 350 sacas e isso equivale a uma redução no preço final”, disse o suinocultor Roberto Akira Cojima.

Apesar na queda no custo de produção do suíno, a situação para o consumidor foi inverso. Nem um dos açougues por exemplo, para esse tipo de carne, houve um aumento de 10% nos preços nos últimos dois meses.

Dona Adélia Lopes da Costa Pereira não abre mão de uma costelinha de porco. Por isso sabe que vai gastar a mais para preparar o almoço. “Mais o que vai fazer por que tem que comer para resistir a vida”, diz.

E não foi só com a carne suína. O frango que também poderia estar mais barato por conta da ração de milho ficou mais caro para o consumidor.

A ave congelada subiu quase um e meio por cento, de acordo com os dados do índice de preços ao consumidor. “O preço do milho vai estar mais barato mas não tem como afirmar isso daqui dois meses”, explica o analista de mercado Aldo Barrigossi.

Tags:
Fonte:
MS Aqui

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário