Metade das lavouras de milho já foram colhidas na Zona Sul do RS

Publicado em 29/06/2010 08:43 175 exibições
O clima propício dos últimos meses beneficiou o desenvolvimento das lavouras de milho na região Sul do Estado, agora em fase de maturação e colheita. A expectativa é de que a safra seja bastante satisfatória para os produtores. Ao redor de 50% da área com a cultura já foi colhida, sendo que o município de Morro Redondo colheu 85% e a produtividade obtida é de 3.240 quilos por hectare. O preço de comercialização está variando entre R$18,00, em Morro Redondo, a R$ 26,00, em Jaguarão, a saca de 60 quilos.

A colheita do milho, que começou em maio, deve se estender até julho. O assistente técnico regional da Emater/RS-Ascar de Pelotas, Marco Moro, ressalta a importância de os agricultores realizarem a colheita no período adequado, para garantir a produtividade do grão. "Quanto mais tempo o milho fica na lavoura, mais sofre com o ataque do caruncho. Além disso, pode produzir toxinas prejudiciais para a alimentação animal", frisa Moro.

A iniciativa é da Emater/RS-Ascar, Governo do Estado, Embrapa Clima Temperado e Cosulati. A Campanha busca elevar a produtividade média do cultivo do milho na região de 1,7 mil quilos por hectare para 4,8 mil kg/ha, incrementando a produção total sem aumentar a área cultivada. O grão é cultivado em todos os municípios da região administrativa da Emater/RS-Ascar de Pelotas e em 100% das propriedades com agricultura familiar. A produtividade média da região, entretanto, é inferior à estadual: entre 1990 e 2008 foi de 1.868 kg/ha, 66% da média gaúcha e muito distante da produtividade potencial de 11.100 kg/ha alcançada nas áreas de lavouras demonstrativas da região.

Com a realização da Campanha Colha Mais Milho as instituições pretendem aumentar a produtividade do grão, tornando a cultura viável economicamente, proporcionando alternativa de renda, soberania e segurança alimentar para as famílias rurais, além de elevar os ganhos econômicos dos produtores tradicionais deste cereal.

Tags:
Fonte:
Governo do RS

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário