Consumo de milho nos meses de junho e julho mantém preço elevado do grão

Publicado em 05/07/2011 16:42 433 exibições
Chuva diminuiu oferta, também auxiliando na alta dos valores.
Os produtores de milho estão aproveitando as festas de junho e julho para conseguir um bom preço pelo produto. O valor da tonelada chegou a R$ 500 no início de junho. Nas últimas semanas o preço caiu pela metade, mas ainda é considerado bom e o clima frio colabora para o aumento do consumo.
 
Em Capela do Alto, a 140 quilômetros de São Paulo, a colheita começa bem cedo. Durante a manhã o produto já está a caminho do consumidor. O município tem mil hectares cultivados com milho e na propriedade do produtor Paulo Siqueira a produtividade chegou a 15 toneladas por hectare.

Há 5 anos, Siqueira deu uma guinada nos negócios, beneficiando o milho que agora é vendido em bandejas. Uma caixa com 10 é vendida por R$ 17. Um preço ótimo, segundo o engenheiro agrônomo Antônio Vieira de Campos, responsável pela Casa da Agricultura de Capela do Alto. Atualmente a tonelada está custando R$ 250.

Segundo o comerciante João Uehara, permissionário da Companhia de Entrepostos e Armazéns Gerais de São Paulo (Ceagesp), o preço ficou mais alto em função da chuva que acabou diminuindo a oferta e que o mercado tende a normalizar daqui para a frente.

Tags:
Fonte:
Canal Rural

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário