Crescimento da economia da China deve ser de 8,5% em 2012, diz assessor do BC chinês

Publicado em 27/01/2012 10:06 582 exibições
O Banco Central da China informou, por meio de seu assessor de comunicação Li Daokui, que o país deverá reduzir seu ritmo de crescimento da economia em 2012. Para este ano, a projeção é de que a nação cresça 8,5% ante o crescimento de 9,2% de 2011. Foi projetada também uma redução para a taxa de inflação de 4,5% no ano passado para 3% em 2012.

"Qualquer um que tenha um entendimento da China irá concordar que nós seremos capazes de conseguir um 'soft landing' (pouso suave). Os preços dos imóveis também vão cair lentamente, o que vai ajudar a esfriar a economia e derrubar as pressões sobre os preços", disse Li à agência Reuters.

Em dezembro, a inflação chinesa atingiu seu maior patamar em 15 meses, chegando a 4,1%. O índice acabou estendendo a tendência baixista dos últimos cinco meses e aumentando as expectativas de que o Banco Central poderia aliviar a política monetária.

O assessor do BC chinês disse ainda que a economia do país poderia ser atingida também pela crise da Zona do Euro. "Como vamos explicar para o povo chinês que estamos entrando sozinhos e que vamos comprar dívida espanhola ou italiana? Uma solução multilateral é necessária, e a China deve trabalhar em conjunto com outros países como Brasil ou Índia para ajudar a Europa", explicou Li Daokui.

Com informações da Reuters.

Por:
Carla Mendes
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário