Focus: projeção da inflação sobe para 6,43% e PIB recua para 1,62%

Publicado em 19/05/2014 09:17 e atualizado em 19/05/2014 10:22 392 exibições
Expansão do PIB, por outro lado, foi reduzida de 1,69% para 1,62%

As projeções para a inflação neste ano voltaram a subir segundo a perspectiva dos economistas das instituições financeiras passando de 6,39% para 6,43%, de acordo com a pesquisa Focus do Banco Central divulgada nesta segunda-feira (19).

Já a estimativa para a expansão da economia em 2014 caiu a 1,62%, ante 1,69% na pesquisa anterior. Ao mesmo tempo, a projeção para a Selic no fim deste ano ficou inalterada em 11,25%, com perspectiva de manutenção em 11% na reunião deste mês do Comitê de Política Monetária (Copom).

Na Veja: Pesquisa Focus desta 2a.-feira -- 

Economistas ouvidos pelo Bco. central elevam projeção de inflação a 6,43%

Mercado também vê menor crescimento do PIB neste ano, aponta pesquisa semanal do BC

Meta de inflação varia de 2,5% a 6,5%, com centro em 4,5%

Meta de inflação varia de 2,5% a 6,5%, com centro em 4,5% (Germano Luders)

Economistas de instituições financeiras voltaram a elevar a projeção média para a inflação neste ano, estimando-a agora em 6,43%, ante 6,39% na semana passada, de acordo com a pesquisa Focus do Banco Central, divulgada nesta segunda-feira. Para 2015, o mercado manteve a expectativa em 6%. 

A projeção para a Selic, taxa básica de juros, no fim deste ano ficou a mesma de 11,25%, com perspectiva de manutenção em 11,00% na reunião deste mês do Comitê de Política Monetária (Copom), que acontecerá nos dias 27 e 28 de maio.

Leia ainda: Inflação recua para 0,67% em abril e acumula alta de 6,28% em 12 meses 
Preço do imóvel perde para a inflação em 2014 
Dilma: 'Inflação está sob controle, mas não está tudo bem'

Já a estimativa para a expansão da economia em 2014 caiu a 1,62%, ante 1,69% na pesquisa anterior. As contas da economia brasileira - o Produto Interno Bruto (PIB) serão divulgadas no fim do mês, dia 30 de maio. Para 2015, o mercado acredita que a economia do país crescerá 2% - na pesquisa passada a projeção era de 1,90%.

Leia também: Mantega vê 'transição dolorosa' na economia do país 
Brasil crescerá menos que a média dos países da América Latina, aponta FMI 
OCDE reduz previsão de crescimento do Brasil em 2014 para 1,8%

(com agência Reuters)

Fonte:
Notícias Agrícolas + VEJA

0 comentário