Dólar bate R$ 2,41 com expectativas sobre pesquisas eleitorais e BC

Publicado em 23/09/2014 09:55 e atualizado em 23/09/2014 13:20 733 exibições

O apetite por dólares não dá trégua no mercado de câmbio brasileiro nesta terça-feira e sustenta a moeda americana acima do nível de R$ 2,40, o maior em sete meses. O real mais uma vez é a divisa que mais perde frente ao dólar, considerando 34 moedas.

Há crescentes dúvidas sobre a capacidade da oposição de derrotar a presidente Dilma Rousseff (PT) nas eleições de outubro. Esse receio foi endossado hoje pelos resultados da pesquisa MDA encomendada pela Confederação Nacional dos Transportes (CNT), que mostrou Dilma à frente de Marina Silva (PSB) no segundo turno pela primeira vez desde que a candidata do PSB foi incluída nas sondagens, em agosto.

Leia a notícia na íntegra no site do Valor Econômico.

Dólar segue acima de R$ 2,40 com dúvidas sobre ação de BC e eleições

O dólar se sustenta acima de R$ 2,40 nesta terça-feira, operando nos maiores níveis em sete meses. O real se encontra mais uma vez entre as divisas de pior desempenho ante a moeda americana.

O mercado até chegou a abrir em baixa, amparado por algum alívio trazido por dados melhores da China. Mas o movimento teve vida curta e cedeu lugar a persistentes dúvidas sobre a estratégia de intervenção no câmbio pelo Banco Central (BC).

A autoridade monetária manteve ontem a oferta de 6 mil contratos de swap cambial tradicional para rolagem hoje, apesar da disparada de cerca de 7% do dólar neste mês.

Leia a notícia na íntegra no site do Valor Econômico.

Dólar supera R$ 2,40 pela primeira vez em sete meses

O dólar finalmente superou a resistência psicológica de R$ 2,40, em mais um dia em que a moeda americana tem um desempenho mais forte no Brasil do que no exterior. O mercado até chegou a abrir em baixa, na esteira do alívio trazido por dados melhores da China, mas o movimento teve vida curta, dando lugar a persistentes dúvidas sobre a estratégia de intervenção no câmbio pelo Banco Central (BC).

A autoridade monetária manteve na segunda-feira a oferta de 6 mil contratos de swap cambial tradicional para rolagem nesta terça-feira, apesar da disparada de cerca de 7% do dólar neste mês.

Leia a notícia na íntegra no site do Valor Econômico.

Fonte:
Valor Econômico

0 comentário