Janet Yellen, do Fed, vê altas de juros e quadro econômico majoritariamente bom

Publicado em 06/06/2016 13:36 248 exibições

logo mini reuters noticias

FILADÉLFIA (Reuters) - A chair do Federal Reserve, Janet Yellen, disse nesta segunda-feira que aumentos dos juros pelo banco central norte-americano provavelmente estão a caminho porque as "forças econômicas positivas compensaram as negativas" para os Estados Unidos, embora o relatório de emprego fraco do mês passado mereça atenção.

No último pronunciamento público de qualquer integrante do Fed antes de reunião na semana que vem, Yellen ressaltou que podem emergir surpresas que mudem suas expectativas para os juros.

Mas o discurso foi amplamente otimista, com Yellen listando quatro riscos à economia dos EUA -- demanda e produtividade mais lentas, e riscos no campo da inflação e vindos do exterior -- para então minimizá-los.

"Se o fluxo de dados for consistente com o fortalecimento das condições do mercado de trabalho e o progresso da inflação em direção a nosso objetivo de 2 por cento, como espero, novos aumentos graduais dos juros provavelmente serão apropriados e favoráveis para atingir e manter esses objetivos", disse Yellen na Filadélfia.

Ela acrescentou que, já que o mercado de trabalho de maneira geral tem sido "bastante positivo", o relatório mostrando forte queda do crescimento do emprego "foi decepcionante".

Em meio a "forças contrárias", disse ela, "vejo bons motivos para esperar que as forças positivas que amparam o crescimento do emprego e a inflação mais alta continuem a compensar as negativas. Como resultado, espero que a expansão econômica continue, com o mercado de trabalho melhorando ainda mais e o PIB crescendo modestamente".

(Reportagem de Jonathan Spicer e Jason Lange)

No Infomoney: Ibovespa amplia queda e dólar reduz baixa após fala de Yellen sobre juros 

O Ibovespa acelera perdas nesta segunda-feira (6), extremamente volátil. Às 13h33 (horário de Brasília), o benchmark da bolsa brasileira registrava perdas de 0,83%, a 50.199 pontos. No radar dos investidores, destaque para as possíveis sinalizações da chairwoman do Federal Reserve, Janet Yellen, sobre os próximos passos da autoridade monetária americana quanto à política (/politica) de juros (/juros) local, após dados do emprego virem abaixo do esperado. No mesmo horário, o dólar caía 0,45%, a R$ 3,5089 na venda.

Veja a notícia na íntegra no site do Infomoney

Fonte:
Reuters+Infomoney

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário