Justiça acata denúncia contra 22 pessoas por desastre em Mariana

Publicado em 18/11/2016 14:20
18 exibições

A Justiça Federal aceitou denúncia oferecida pelo Ministério Público Federal contra 22 pessoas e quatro empresas pelo rompimento da barragem do Fundão, em Mariana.

Com a decisão do juiz federal, Jacques de Queiroz Ferreira, da comarca de Ponte Nova, os denunciados tornam-se réus no processo que investiga as causas do desastre ambiental, que aconteceu há um ano.

A Samarco, suas duas controladoras –Vale e BHP Billiton– e 21 pessoas são acusadas de homicídio com dolo eventual (quando se assume o risco de matar) pela morte de 19 pessoas no desastre.

Leia a notícia na íntegra no site da Folha de S. Paulo

Fonte: Folha de S. Paulo

0 comentário