Economista-chefe do FMI diz não estar preocupado com a capacidade da China de defender sua moeda

Publicado em 09/10/2018 09:49
31 exibições

LOGO REUTERS

Por Yawen Chen e David Lawder

NUSA DUA, Indonésia (Reuters) - O economista-chefe do Fundo Monetário Internacional (FMI), Maurice Obstfeld, disse nesta terça-feira que não está preocupado com a capacidade do governo chinês de defender sua moeda, apesar da recente desvalorização do iuan.

"Não, eu não acho que seja um problema", disse Obstfeld quando questionado sobre o assunto às margens de uma coletiva de imprensa durante reuniões anuais do FMI e do Banco Mundial em Bali.

Mas Obstfeld também disse na entrevista coletiva que Pequim enfrentará um "exercício de equilíbrio" entre as ações para fortalecer o crescimento e garantir a estabilidade financeira.

O iuan tem enfrentado fortes pressões de venda neste ano, perdend

o mais de 8 por cento de seu valor entre março e agosto, no auge das preocupações do mercado, apesar de ter reduzido as perdas com o aumento do apoio das autoridades.

Nesta terça-feira, o banco central da China fixou o ponto médio oficial do iuan para negociação a 6,9019 por dólar, aproximando-se do importante nível psicológico de 7,0 por dólar e ajudando a pressionar as ações asiáticas para uma mínima de 17 meses.

Obstfeld disse que os mercados financeiros têm enfatizado excessivamente os movimentos de curto prazo da moeda chinesa, acrescentando que o iuan tem se recuperado rapidamente de períodos de volatilidade nos últimos anos.

Fonte: Reuters

Nenhum comentário