Em última reunião ministerial, Temer brinca e diz que sentirá falta do 'Fora, Temer'

Publicado em 19/12/2018 17:19
12 exibições
Presidente fez um balanço de fim de governo e disse que reforma da Previdência só não foi adiante porque ele foi vítima de uma 'trama', cujos 'detratores acabaram presos'.

O presidente da República, Michel Temer, disse nesta quarta-feira (19), na última reunião com a sua equipe ministerial antes de deixar o governo, que sentirá falta dos gritos de “fora, Temer”, que ocorreram durante diversas manifestações que pediam a sua saída do cargo.

Ao longo do governo, Temer, que assumiu a Presidência após o impeachment da petista Dilma Rousseff, foi alvo de protestos por diferentes razões a favor da sua renúncia.

“Havia manifestações no início do nosso governo, uma manifestação política, que eu até vou sentir muita falta, do 'Fora, Temer', mas eram manifestações políticas, que quando falavam 'Fora, Temer' é porque eu estava dentro. Agora, estarei fora mesmo. Mas levou tempo, levou dois anos e meio. Levou dois anos e oito meses não só com protesto de natureza política, mas com empenho extraordinário de parte da imprensa que tentou nos derrubar”, afirmou, acrescentando que seu governo foi “adiante amparado” pelo trabalho de sua equipe.

Leia a notícia na íntegra no site do G1

Fonte: G1

Nenhum comentário