Índices da China fecham em máxima de mais de um ano por sinais de recuperação e avanços comerciais

Publicado em 03/04/2019 07:56
23 exibições

LOGO REUTERS

XANGAI (Reuters) - Os mercados acionários da China fecharam nesta quarta-feira nos maiores níveis desde março de 2018, sustentados por mais evidências de recuperação econômica e sinais de avanço nas negociações comerciais com os Estados Unidos.

O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, teve alta de 1,28 por cento, enquanto o índice de Xangai subiu 1,24 por cento.

Ambos os índices terminaram nos níveis mais altos desde o final de março de 2018.

A atividade no setor de serviços da China acelerou para a máxima de 14 meses em março uma vez que a demanda melhorou tanto no país quanto no exterior, mostrou nesta quarta-feira a pesquisa Índice de Gerentes de Compras (PMI, na sigla em inglês) do Caixin/Markit.

Isso amplia os sinais de que as políticas de estímulo do governo estão gradualmente tendo efeito.

Os investidores também comemoraram o progresso nas negociações comerciais entre EUA e China. Ambos os países "esperam fazer mais avanços" nesta semana, disse o assessor econômico da Casa Branca, Larry Kudlow, na terça-feira.

. Em TÓQUIO, o índice Nikkei avançou 0,97 por cento, a 21.713 pontos.

. Em HONG KONG, o índice HANG SENG subiu 1,22 por cento, a 29.986 pontos.

. Em XANGAI, o índice SSEC ganhou 1,24 por cento, a 3.216 pontos.

. O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em XANGAI e SHENZHEN, avançou 1,28 por cento, a 4.022 pontos.

. Em SEUL, o índice KOSPI teve valorização de 1,20 por cento, a 2.203 pontos.

. Em TAIWAN, o índice TAIEX registrou alta de 0,13 por cento, a 10.704 pontos.

. Em CINGAPURA, o índice STRAITS TIMES valorizou-se 0,96 por cento, a 3.311 pontos.

. Em SYDNEY o índice S&P/ASX 200 avançou 0,68 por cento, a 6.285 pontos.

Fonte: Reuters

Nenhum comentário