Bolsonaro reafirma que eleição de Cristina Kirchner levaria Argentina a se tornar nova Venezuela

Publicado em 03/05/2019 13:55
42 exibições

LOGO REUTERS

BRASÍLIA (Reuters) - O presidente Jair Bolsonaro voltou a criticar, nesta sexta-feira, a possibilidade de a ex-presidente argentina Cristina Kirchner vencer a eleição prevista para outubro deste ano no país vizinho.

Sem citar o nome da ex-presidente, Bolsonaro abriu seu discurso na cerimônia de formatura do Instituto Rio Branco, com os novos diplomatas brasileiros, afirmando que as preocupações agora devem se voltar à Argentina e que ninguém quer uma nova Venezuela no sul da América do Sul.

Na noite de quinta-feira, em uma transmissão ao vivo, Bolsonaro argumentou que a ex-presidente argentina é ligada aos ex-presidentes Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff, além do ex-presidente venezuelano Hugo Chávez e o atual mandatário daquele país, Nicolás Maduro. [nL1N22E1YW]

"Se isso voltar, com toda a certeza a Argentina vai entrar numa situação semelhante à da Venezuela", disse Bolsonaro na quinta-feira.

Nesta sexta, o presidente também fez um apelo aos novos diplomatas do Itamaraty para que trabalhem para um Brasil aberto aos grandes fluxos econômicos e para defenderem a democracia e a liberdade.

(Reportagem de Lisandra Paraguassu)

Fonte: Reuters

Nenhum comentário