“Selva”, responde ironicamente Bolsonaro a Fernandéz em foto com indígenas

Publicado em 10/06/2021 07:13 753 exibições
Presidente brasileiro publicou registro nas redes sociais (no Poder360)

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) publicou na noite desta 4ª feira (9.jun.2021) uma foto ironizando uma fala do presidente da Argentina, Alberto Fernández. Em sua conta do Twitter, o presidente divulgou uma imagem com a legenda “selva”. Nela, aparece utilizando um cocar em meio a uma tribo indígena.

Fernández disse, nesta 4ª feira (9.jun.2021), que “os mexicanos vieram dos índios, os brasileiros saíram da selva, mas nós, os argentinos, chegamos de barcos”. A fala foi dita durante evento na Casa Rosada, com empresários espanhóis e argentinos e o primeiro-ministro da Espanha, Pedro Sánchez.

“E eram barcos que vieram de lá, da Europa”, completou, ao dizer que estava citando um trecho do poeta Octavio Paz.

O presidente, no entanto, fez menção a música Llegamos de Los Barcos, do cantor argentino Litto Nebbia. “Los brasileros salen de la selva. Los mejicanos vienen de los indios. Pero nosotros, los argentinos, llegamos de los barcos”,diz uma estrofe da música.

Mais tarde, após a repercussão, Alberto Fernández se justificou em seu perfil no Twitter. O mandatário afirmou que não “queria ofender ninguém”.

O presidente Jair Bolsonaro em foto com indígenas

Fonte:
Poder360

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

1 comentário

  • Vladimir zacharias Indaiatuba - SP

    Por enquanto está sendo muito correta a irônica resposta de Bolsonaro ao pronunciamento do "milongueiro" de plantão na Argentina.

    Não é surpresa dirigentes de país na iminência de colapso desviarem a atenção com bravatas contra o exterior.

    A verdade é que por causa da Argentina o Mercosul se tornou um fardo para o Brasil.

    Assim, quem sabe esse episódio reforce a clara intensão do ministro Guedes de no mínimo diminuir as amarras desse fracassado Mercosul e nos permitir seguir mais livres para tarifas e acordos com terceiros países sem o poder de veto da Argentina

    No mais que esse assunto sirva para mostrar que voto não é brincadeira e que a conta um dia chega.

    5
    • Paulo Roberto Rensi Bandeirantes - PR

      Vale a pena ler esse artigo .... http://rota2014.blogspot.com/2021/06/breve-historia-de-europeus-que-chegaram.html ... .... .... .... Vou colocar só um trecho: ... "A história desses europeus que chegaram de barco na Argentina é contada em detalhes no livro "A Verdadeira Odessa – O contrabando de nazistas para a Argentina de Perón", de Uki Goni, lançado em 2002. Basicamente, o autor demonstra que a imigração de criminosos de guerra alemães contou com o apoio entusiasmado do presidente Juan Domingo Perón – de quem, aliás, Alberto Fernández se declara um herdeiro político. O livro também traz revelações chocantes sobre a cumplicidade da Igreja católica argentina nesse movimento de resgate de criminosos nazistas. Goni revela ainda a existência de uma estrutura sofisticada, formada não apenas por antigos homens da SS, mas também colaboradores franceses e fascistas croatas". ... SIMPLES ASSIM !!!

      0