Dólar fecha a R$ 2,39; Bovespa amarga retração de 1,38%

Publicado em 19/11/2008 18:53 1664 exibições

O dólar comercial foi cotado a R$ 2,390 para venda, o que significa um incremento de 2,70% sobre a cotação de ontem. Nas casas de câmbio paulistas, o dólar turismo foi cotado a R$ 2,530, um avanço de 4,11% sobre a taxa anterior.

Em um dia nervoso para os mercados, a Bovespa (Bolsa de Valores de São Paulo) amarga retração de 1,38% (pelo índice Ibovespa), aos 33.623 pontos. O giro financeiro é de R$ 2,08 bilhões. Nos EUA, a Bolsa de Nova York recua 2,56%.

Para tentar deter a escalada do câmbio, o Banco Central voltou a intervir de forma intensa no mercado de câmbio. Primeiro, promoveu o seu habitual leilão de "swap", quando os bancos tomaram US$ 224 milhões desses contratos de "swap" cambial. Poucas horas depois, realizou um leilão de venda de dólares mas com compromisso de recompra, sem impacto nas reservas internacionais. E no final de tarde, às 16h50, retomou as vendas de dólares, uma operação deixada de lado nas últimas semanas.

Na operação de venda de dólares com recompra, o BC repassou para o mercado pouco mais de US$ 1 bilhão. No primeiro dos três leilões, a autoridade monetária aceitou duas propostas no montante de US$ 110 milhões, e deve recomprar os dólares em janeiro de 2009; no segundo leilão, o BC aceitou duas propostas, no valor total de US$ 130 milhões, para recompra em fevereiro; e no terceiro leilão, aceitou três propostas, no valor total de US$ 830 milhões, para compra em março.

E no leilão de venda de dólares, o BC aceitou ofertas por R$ 2,370 (taxa de corte). Nessa operação, que tem impacto no montante das reservas internacionais, a autoridade monetária não informa imediatamente a quantia negociada.



Fonte: Folha Online

Fonte:
Folha Online

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário