Segurança jurídica do Brasil facilita investimento saudita

Publicado em 06/10/2010 16:42
178 exibições
Secretário-executivo recebe ministro daquele país em São Paulo. Conversas serão retomadas em dezembro
A estabilidade do agronegócio brasileiro, em especial pela segurança jurídica e pelas políticas de abastecimento, foi a principal vantagem apontada pelo secretário-executivo do Ministério da Agricultura, Gerardo Fontelles, para a atração de investimentos estrangeiros. A afirmação foi feita durante o encontro com o ministro da Arábia Saudita, Fahad Abduralhaman Bal Ghunaim, nesta quarta-feira, 6 de outubro, em São Paulo. A reunião bilateral, que também contou com a presença de 20 empresários sauditas, encerrou a visita da delegação, que teve como principal objetivo conhecer as oportunidades do Brasil para atração de capital. 
O quadro brasileiro é favorável para investimentos e a iniciativa de estreitar os laços empresariais é muito bem-vinda, disse Fontelles. Para Fahad Abduralhaman Bal Ghunaim, que colocou o Brasil em primeiro lugar na lista de países com potencial para absorver capital saudita, a visita atendeu aos objetivos dos empresários. O país tem grande transparência jurídica, destacou o ministro.
A disponibilidade de investimentos dos árabes é de US$ 2 bilhões e o governo tem incentivado o setor privado a firmar parcerias com outros países na intenção de garantir a segurança alimentar. Nesse contexto, Fontelles reforçou a excelência brasileira na produção e exportação de alimentos e disse que o Brasil é o quinto maior território, tem a quinta maior população e destaca-se como o oitavo Produto Interno Bruto do mundo. 
Não temos restrições a embarques internacionais, nem taxação de commodities, ou seja, temos condições de suprir o mercado interno e gerar excedentes para exportações, enfatizou o secretário-executivo.
A missão da Arábia Saudita, que esteve durante três dias no Brasil, é considerada pelo governo brasileiro a mais importante em nível ministerial já realizada por aquele país. No início de dezembro, uma missão do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio (MDIC) irá à Riad, acompanhada de representantes do Ministério da Agricultura e de empresários do setor agropecuário para dar continuidade às conversas iniciadas nesta semana. Para a ocasião, estão previstas rodadas de negócios para diversificar as exportações ao país do Oriente Médio.
Fonte: MAPA

Nenhum comentário