Presidente do BC dos EUA vê espaço para mais estímulos à economia

Publicado em 15/10/2010 11:04
314 exibições
O presidente do Fed (Federal Reserve, o BC dos EUA), Ben Bernanke, disse nesta sexta-feira que o desemprego elevado e a inflação baixa indicam uma necessidade de afrouxar mais a política monetária norte-americana, mas acrescentou que as autoridades ainda estão ponderando o quão agressivas as medidas deveriam ser.

"Parece... haver espaço para mais ação", disse Bernanke em comentários preparados para uma conferência organizada pelo Federal Reserve de Boston.

O CPI (índice de preços ao consumidor, na sigla em inglês) desacelerou para inflação de 0,1% em setembro nos Estados Unidos. Em agosto, o índice tinha ficado em 0,3%. Nos últimos 12 meses, a inflação acumulada é de 1,1%, com ajuste sazonal, segundo informações divulgadas hoje pela agência de estatísticas do governo norte-americano.

Ontem, o Departamento de Trabalho dos EUA anunciou 462 mil pedidos de auxílio-desemprego na semana terminada em 9 de outubro, o que representa um crescimento de 13 mil solicitações em relação ao número imediatamente anterior de 449 mil (dado revisado).

O aumento surpreendeu o mercado que estimava uma cifra em torno de 446 mil.

A média de quatro semanas atingiu 459 mil, uma alta de 2.250 pedidos sobre a média quadrissemanal anterior.

A demanda pelo auxílio-desemprego é um indicador sobre as condições do mercado de trabalho americano bastante influente entre economistas. O ritmo lento de contratações é visto como um maiores pontos fracos na retomada do crescimento econômico.
Fonte: Reuters

Nenhum comentário