Dívida do setor público deve chegar a 40,6% do PIB neste mês, projeta Banco Central

Publicado em 29/10/2010 14:15
294 exibições
Expectativa é cumprir a meta de superávit primário de 3,3% do PIB neste ano.
A dívida líquida do setor público deve corresponder a 40,6% de tudo o que o país produz Produto Interno Bruto (PIB), neste mês, segundo projeção divulgada nesta sexta, dia 29, pelo chefe do Departamento Econômico do Banco Central (BC), Altamir Lopes. Em relação a setembro (41%), se a projeção se confirmar, será uma redução de 0,4 ponto percentual.

Segundo Lopes, o resultado primário economia que o governo faz para pagar os juros da dívida pública deve contribuir para a redução da dívida pública neste mês. Essa projeção também tem como parâmetro a cotação do dólar em R$ 1,70.

Para o ano, a expectativa é que a relação entre dívida líquida do setor público e o PIB fique em 40%.

Lopes acrescentou que a expectativa é cumprir a meta de superávit primário de 3,3% do PIB neste ano. Já na ata da última reunião do Comitê de Política Monetária (Copom), o BC considera a possibilidade de que, neste ano, esse percentual possa ser reduzido em 0,90 ponto percentual, desconto relacionado aos projetos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC).

Do ponto de vista fiscal, estamos trabalhando com o cumprimento da meta (de 3,3% do PIB) disse Lopes.

Segundo ele, o resultado divulgado nesta sexta abre uma boa possibilidade de cumprimento da meta estabelecida pelo governo.

De janeiro a setembro, o superávit primário ficou em US$ 75,537 bilhões, o que corresponde a 2,90% do PIB. Em 12 meses, encerrados no mês passado, o resultado primário positivo fica em US$ 102,341 bilhões e representa 2,96% do PIB.
Fonte: Agência Brasil

Nenhum comentário