Dívida do setor público deve chegar a 40,6% do PIB neste mês, projeta Banco Central

Publicado em 29/10/2010 13:15
294 exibições
Expectativa é cumprir a meta de superávit primário de 3,3% do PIB neste ano.
A dívida líquida do setor público deve corresponder a 40,6% de tudo o que o país produz – Produto Interno Bruto (PIB), neste mês, segundo projeção divulgada nesta sexta, dia 29, pelo chefe do Departamento Econômico do Banco Central (BC), Altamir Lopes. Em relação a setembro (41%), se a projeção se confirmar, será uma redução de 0,4 ponto percentual.

Segundo Lopes, o resultado primário – economia que o governo faz para pagar os juros da dívida pública – deve contribuir para a redução da dívida pública neste mês. Essa projeção também tem como parâmetro a cotação do dólar em R$ 1,70.

Para o ano, a expectativa é que a relação entre dívida líquida do setor público e o PIB fique em 40%.

Lopes acrescentou que a expectativa é cumprir a meta de superávit primário de 3,3% do PIB neste ano. Já na ata da última reunião do Comitê de Política Monetária (Copom), o BC considera a possibilidade de que, neste ano, esse percentual possa ser reduzido em 0,90 ponto percentual, desconto relacionado aos projetos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC).

– Do ponto de vista fiscal, estamos trabalhando com o cumprimento da meta (de 3,3% do PIB)– disse Lopes.

Segundo ele, o resultado divulgado nesta sexta “abre uma boa possibilidade de cumprimento da meta estabelecida pelo governo”.

De janeiro a setembro, o superávit primário ficou em US$ 75,537 bilhões, o que corresponde a 2,90% do PIB. Em 12 meses, encerrados no mês passado, o resultado primário positivo fica em US$ 102,341 bilhões e representa 2,96% do PIB.
Fonte: Agência Brasil

0 comentário