Moedas rígidas prejudicam Brasil, diz Geithner

Publicado em 07/02/2011 09:36 200 exibições
O Brasil enfrenta uma carga desproporcional de entrada de capital estrangeiro porque outras economias emergentes estão tentando sustentar moedas subvalorizadas, disse o secretário do Tesouro dos Estados Unidos, Timothy Geithner, nesta segunda-feira.

Geithner não mencionou a China especificamente em comentários preparados para seu discurso em São Paulo, mas pediu que os países emergentes com grandes superávits comerciais e taxas de câmbio controladas façam mais para reequililbrar a economia mundial.

Isso ajudará o Brasil e outros emergentes que têm taxas de câmbio flexíveis e mercados abertos, completou Geithner.

"Se países com grandes superávits agirem para fortalecer a demanda doméstica em suas economias, abrir seus mercados de capital e permitir que suas moedas reflitam fundamentos, nós veremos mais equilíbrio no fluxo de capital, menos pressão de alta na moeda brasileira e um crescimento mais robusto nas exportações do Brasil", disse ele.

Fonte:
Reuters

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário