Código Florestal: Dennis Rosenfield esclarece a diferença entre ruralistas e ambientalistas

Publicado em 14/03/2011 17:03 e atualizado em 16/03/2011 14:36 1415 exibições
Falsas clivagens
Na coluna Opinião, do jornal O Estado de S. Paulo, escrita por Denis Lerrer Rosenfield, professor de filosofia, nesta segunda-feira, traz as diferenças reais entre ruralistas e ambientalistas e como o conceitos errados têm poluído a discussão sobre a revisão do Código Florestal.

Em sua coluna, Rosenfield diz: "Do ponto de vista moral, os "ambientalistas" se colocam numa posição moralmente superior, como se fossem proprietários do "dever ser", dos valores que deveriam nortear a sociedade e o Estado. Produziram, para os inadvertidos, tal simbiose com as palavras "natureza" e "moralidade" que, muitas vezes, fica difícil se colocar como seus adversários".

O professor  fala ainda sobre as obrigações serem diferentes ao redor do mundo o suficiente para causar discussões e legislações injustas e que não atendem às realidades locais.

O artigo se encerra com uma explicação de Rosenfield sobre a discussão do Código Florestal não se tratar de uma briga política semelhante à eterna batalha direita x esquerda. O professor afirma que a solução para o entrave é o equilíbrio.

"Do ponto de vista político, a clivagem "ruralistas" e "ambientalistas" tampouco reproduz a dicotomia entre "direita" e "esquerda", ou base aliada e oposição, como esses últimos pretendem fazer crer. Suas formulações não resistem nem à mais superficial análise da realidade", diz Rosenfield.

Para ler o artigo na íntegra, clique no link abaixo:

Falsas clivagens, por Denis Lerrer Rosenfield

Por:
Carla Mendes
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário