Exportações de MT tem melhor abril dos últimos 3 anos

Publicado em 13/05/2011 10:05 273 exibições
As exportações do agronegócio registraram o melhor abril dos últimos três anos em Mato Grosso. Conforme dados divulgados ontem pelo Ministério da Agricultura, a receita mato-grossense rompeu a marca de US$ 1 bilhão em vendas no mês, ao atingir US$ 1,08 bilhão. Em abril de 2009 as vendas somaram negócios de US$ 881,03 milhões e em igual período do ano passado, US$ 905,39 milhões.

No acumulado do primeiro quadrimestre do ano, as exportações de commodities de Mato Grosso superam em pouco mais de 8% o saldo de vendas registrado em igual período de 2010. O acumulado passou de US$ 2,82 bilhões para US$ 3,05 bilhões.

O complexo soja segue sustentando a pauta. No mês de abril gerou mais de 87% da receita e no quadrimestre do total de US$ 3,05 bilhões, US$ 2,09 bilhões vieram do complexo soja, ou, 68% das cifras. Seguindo a preferência do mercado pela soja em grão, o item é o de melhor performance na pauta ao acumular de janeiro a abril US$ 1,58 bilhões, 8% acima dos US$ 1,46 bilhões contabilizados em igual período do ano passado.

Outro destaque da pauta no período é o complexo carnes com alta de 25% na receita, que passou de US$ 310,74 milhões para US$ 390,66 milhões. A carne de frango acumula alta de 38,20% na comparação entre os quadrimestres. As exportações passaram de US$ 87,10 milhões para US$ 120,36 milhões.

No Brasil as exportações do agronegócio brasileiro superaram, pela primeira vez, a marca de US$ 80 bilhões em exportações no acumulado dos 12 meses, de maio de 2010 a abril de 2011. Com um aumento de 20,4% em relação a um ano atrás, o valor atingiu US$ 81,3 bilhões.

As importações no período somaram US$ 14,7 bilhões, o que resultou num saldo de US$ 66,6 bilhões. Apenas em abril, as exportações chegaram a US$ 7,9 bilhões, com crescimento de 24,4% em relação ao mesmo mês do ano passado e superávit de US$ 5,3 na balança comercial do agronegócio.

O Ministério da Agricultura informou que o resultado de abril foi possível graças ao bom desempenho de algumas culturas, com destaque para o complexo soja (grão, farelo e óleo), carnes, complexo sucroalcooleiro (etanol e açúcar), produtos florestais (madeira, celulose, papel, borracha) e café.

Os principais destinos dos produtos do agronegócio brasileiro foram a Ásia, com US$ 2,7 bilhões em compras, e União Europeia, com US$ 2 bilhões. As duas regiões importaram 59,5% dos embarques da agropecuária do país.
Fonte:
Diário de Cuiabá

0 comentário