S&P rebaixa Grécia e vê opções de financiamento como default

Publicado em 04/07/2011 08:04 202 exibições
A agência de classificação de risco de crédito Standard & Poor’s rebaixou o rating de longo prazo da Grécia de B para CCC.  No comunicado que acompanha a decisão divulgada nesta manhã, a S&P aponta que um pacote de financiamento das necessidades da Grécia entre 2011 e 2014 pode exigir uma reestruturação da dívida do setor privado que seria considerada um default efetivo sob os critérios da agencia.

“Nas últimas semanas, uma série de propostas relacionadas com esse tópico apareceram, e as particularidades em alguns casos evidentemente ainda estão sendo discutidas”, aponta a S&P.

Segundo a agência, cada uma das duas opções de financiamento apresentadas pela Federação Bancária Francesa (FBF) em 24 de junho provavelmente significaria um default. "Sob nossos critérios, duas condições precisam existir para que uma troca de dívida ou reestruturação semelhante seja qualificada como default efetivo: que a transação  seja vista por nós como resultado de condições de estresse e não como puramente oportunista e que 'a troca ou reestruturação similar' faça com que os investidores recebam menos valor do que o prometido por seus títulos originais", comentou a S&P.

"Embora não consideremos que cada uma das opções de financiamento da FBF seja estritamente uma 'troca', vemos que cada uma cai na categoria do que chamamos, pelos nossos critérios, de 'reestruturação similar'", acrescentou a agência.

Fonte:
Valor Econômico

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário