China e commodity influenciam mais que crise na Grécia

Publicado em 05/07/2011 08:37 234 exibições
A crise financeira da Grécia tornou-se tema de discussão permanente nos mercados financeiros no Brasil e no exterior, mas seu potencial de contágio não é relevante para o mundo. O que merece atenção agora são os rumos da China e dos preços das commodities, na avaliação de Otaviano Canuto, vice-presidente do Banco Mundial para Redução da Pobreza e Gerenciamento Econômico. O economista, que já lecionou na Unicamp e na USP, integrou a primeira equipe montada pelo ex-ministro da Fazenda Antonio Palocci, no início da primeira gestão Luiz Inácio Lula da Silva. 
Fonte:
Valor Econômico

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário