Ajuda a Grécia e balanços puxam alta de bolsas europeias

Publicado em 22/07/2011 14:19 313 exibições
 A maioria dos principais índices acionários da Europa fechou em alta nesta sexta-feira. Os investidores receberam bem o novo pacote de ajuda à Grécia anunciado ontem por líderes europeus e repercutiram também alguns balanços corporativos do bloco, como Volvo e Vodafone, referentes ao segundo trimestre. 

Em Londres, o FTSE 100 subiu 0,60%, para 5.935,02 pontos. O CAC 40, de Paris, aumentou 0,68%, aos 3.842,70 pontos. Em Frankfurt, o DAX teve valorização de 0,50%, somando 7.326,39 pontos. Em Madri, o Ibex 35 teve alta de 0,42%, para 10.059,30 pontos. A única exceçãqo foi o FTSE MIB, de Milão, que recuou 0,15%, aos 19.461,14 pontos.

Os líderes da zona do euro aprovaram ontem um novo pacote de ajuda financeira à Grécia, que totaliza 159 bilhões de euros, dos quais 73 bilhões de euros provenientes do Fundo Europeu de Estabilidade Financeira, 36 bilhões de euros do Fundo Monetário Internacional (FMI) e 50 bilhões de euros de capital privado. 

A montadora Volvo teve lucro líquido (atribuível à companhia e que serve de base para cálculo do pagamento de dividendos) de 5,117 bilhões de coroas suecas (US$ 785,6 milhões) no segundo trimestre, alta de 62,7% na comparação com igual período em 2010. A receita líquida da companhia passou de 68,765 bilhões de coroas para 78,962 bilhões de coroas no período, um aumento de 14,8%.

A operadora de telefonia móvel Vodafone Group PLC registrou uma receita total com serviços (voz, dados e outros) de 10,8 bilhões de libras (US$ 17,7 bilhões) no primeiro trimestre fiscal, encerrado em 30 de junho. O montante representa um crescimento de 2,6% em relação à receita obtida em igual período de 2010, informou a companhia nesta sexta-feira. Excluindo a variação cambial e fusões e aquisições no período, o aumento da receita de serviços é de 1,5% no período, acima da expectativa de analistas.
Fonte:
Valor Online

0 comentário