Relatório do TCU revela falta de controle na administração do Ministério da Agricultura

Publicado em 02/08/2011 19:44 195 exibições
Auditoria aponta margem para possíveis desvios de verba.
Um relatório do Tribunal de Contas da União revela falta de controle na administração do Ministério da Agricultura. A auditoria aponta margem para possíveis desvios de verba.

A investigação analisou as atividades do Ministério e dos órgãos vinculado à pasta. Segundo o TCU, falta controle interno, o que preocupa, já que os funcionários lidam com fiscalização de transações de grande valor, aplicação de multas, apreensão de mercadorias e interdição de estabelecimentos. O relatório questiona ainda a compra de produtos de alimentação animal e uso veterinário para um programa de agro energia de cana-de-açúcar.

Além disso, com recursos de mais de R$ 2 bilhões para esta safra, o Funcafé não conta com um sistema informatizado. Os repasses feitos de forma manual gerariam risco de prejuízo para os cofres públicos e para os produtores. Por meio de nota, o Ministério da Agricultura informou que está trabalhando nas adequações sugeridas pelo TCU. 

A Controladoria Geral da União instaurou nesta terça, dia 2, uma auditoria para apurar as denúncias de corrupção veiculadas pela revista Veja, envolvendo a Companhia Nacional de Abastecimento e o Ministério da Agricultura. Na reportagem, o ex-diretor da Conab, Oscar Jucá Neto, afirma que existe um acordo entre o PMDB e o PTB para controlar a estrutura da pasta, a fim de arrecadar dinheiro. A equipe da CGU tem até 30 de setembro para concluir as investigações.

A Associação Nacional dos Empregados da Conab divulgou carta aberta de repúdio às acusações feitas por Jucá Neto. A entidade pretende processar o ex-dirigente.

Já o ministro da Agricultura, Wagner Rossi, confirmou que vai à Câmara dos Deputados nesta quarta, dia 3, dar explicações aos parlamentares.
Fonte:
Canal Rural

0 comentário