Ibovespa começa semana com otimismo e caça a barganhas

Publicado em 15/08/2011 11:50 159 exibições
Uma semana após ter dado o mergulho mais profundo do ano, o Ibovespa começou esta segunda-feira em patamar positivo, em dia de vencimento de opções sobre ações.

Por volta das 11h20, o principal indicador da bolsa brasileira registrava valorização de 2,7%, a 54.914 pontos. O giro financeiro do pregão era de R$ 1,198 bilhão.

Na sexta-feira,  o indicador terminou em alta de 0,24%, aos 53.473 pontos, mas o desempenho em agosto ainda era negativo em 9,10%.

A Bolsa de Valores de São Paulo segue a trajetória dos mercados europeus e americanos, que também avançam apesar de dados ruins sobre o setor manufatureiro do Estado de Nova York.

Na segunda-feira da semana passada, o Ibovespa registrou o pior fechamento do ano e cravou queda de 8,08%, no primeiro dia de negociações após o rebaixamento da dívida soberana de longo prazo dos Estados Unidos pela agência Standard and Poor's.

Para o analista de investimento da SLW Corretora, Pedro Galdi, o dia é marcado principalmente por um ajuste natural após uma semana de fortes quedas. "As notícias vindas da Europa são positivas, e os papeís estão em um nível de preços muito atrativos e em meio ao vencimento de opções. Mas não podemos esquecer que os fatores que levaram ao estresse continuam aí", disse Galdi.

Os negócios do dia devem ser influenciados também pela expectativa com os resultados da Petrobras, previstos para depois do encerramento do pregão.

Durante a manhã, Hypermarcas e Marfrig divulgaram seus números para o período. A primeira reportou lucro líquido de R$ 53,3 milhões no segundo trimestre, alta de 19,4% em relação ao primeiro, enquanto Marfrig teve prejuízo líquido de R$ 91 milhões.

As ações ordinárias da Hypermarcas avançavam cerca de 3,5%, enquanto as da Marfrig subiam 1,4%

As ações do Ibovespa com melhor desempenho eram Usiminas PNA, com alta próxima a 5%, Duratex ON, com valorização de 4,6% e Lojas Americanas PN, que subiam 3,8%. Na outra ponta, os dois únicos papéis que perdiam eram Natura ON, com queda de 1%, e as ações ordinárias da Usiminas (USIM3), com desvalorização de 1,2%.

Entre as chamadas “blue chips”, OGX Petróleo ON subia 2,06%, a R$ 11,38, e Petrobras PN ganhava 1,42%,a R$ 20,59, enquanto Vale PNA cedia 1,78%, a R$ 39,88.

O boletim Focus divulgado na manhã de hoje mostra que o mercado reduziu a expectativa de inflação no Brasil neste ano.

Nos Estados Unidos, as principais bolsas de Nova York operam com valorização próxima a 1% mesmo diante da notícia ruim de que o índice do setor manufatureiro do Estado de Nova York mostrou desempenho negativo em agosto, terceiro mês seguido de deterioração.

Já os negócios do setor de tecnologia devem refletir ao longo do dia a notícia de que o Google comprou a Motorola Mobility por cerca de US$ 12,5 bilhões. No começo do pregão, as ações da empresa comprada subiam 60%, sendo que as do Google tinham queda de 2,8%.

Os investidores europeus operavam atentos ao desenrolar da crise no continente. Amanhã os líderes das duas maiores economias da zona do euro - Angela Merkel, da Alemanha, e Nicolas Sarkozy, da França - irão se encontrar em Paris.

Já as notícias vindas do Japão foram positivas: apesar do Produto Interno Bruto (PIB) do país ter se contraído 1,3% em termos anualizados e sazonalmente ajustados, o resultado veio melhor que a expectativa de mercado.

As principais bolsas do continente asiático e da Oceania, entre elas a de Tóquio, Sydney, Hong Kong e Xangai subiram entre 1,3% e 3,3%. 

Fonte:
Valor Online

0 comentário