Fala de Bernanke e PIB americano encerram a semana

Publicado em 26/08/2011 08:10 148 exibições
A sexta-feira reserva o evento mais aguardado da semana. Agora pela manhã, o presidente do Federal Reserve (Fed), banco central americano, Ben Bernanke, faz o seu discurso na conferência de Jackson Hole e  o mercado deve obter a resposta que tanto espera sobre mais um pacote e ajuda ou não.

Vale lembrar que decisão de política monetária não podem ser tomada hoje, pois o encontro não é uma reunião oficial do Fed. O que Bernanke pode fazer é tecer comentários e dar algum aceno sobre ferramentas que tem disponíveis para tentar estimular a economia.

Fica a dúvida sobre qual pode ser a reação dos investidores, já que Bernanke pode acenar mais ajuda e isso não ser suficiente. Se ele não indicar mais estímulo se prevê alguma reação negativa, mesmo com o mercado não sofrendo de falta de liquidez.

Antes disso, os investidores conhecem a segunda revisão sobre o desempenho do Produto Interno Bruto (PIB) americano no segundo trimestre. Está previsto crescimento de 1,1%, contra leitura inicial de 1,3%.

Ainda na agenda americana, aparecem a confiança do consumidor em agosto calculada pela Universidade de Michigan. O consenso sugere elevação de 54,9 para 56.

Por aqui, a Fundação Getulio Vargas (FGV) apresenta o Índice Nacional de Custo da Construção – M (INCC-M) de agosto. O  Banco Central (BC) mostra a nota de política fiscal, com o resultado primário e a relação dívida/PIB e o Tesouro divulga o resultado primário do governo central.

Na próxima semana, a decisão do Comitê de Política Monetária (Copom) centra as atenções. Está prevista manutenção da taxa básica em 12,50% ao ano. Também será conhecido o resultado do PIB brasileiro no segundo quarto do ano. Nos EUA, o foco recai nos dados oficiais sobre o mercado de trabalho no mês de  agosto. Na Europa, está prevista uma série de indicadores de inflação, atividade industrial e consumo.

Fonte:
Valor Online

0 comentário