Bovespa fecha em alta de 2,93%; dólar vai a R$ 1,657

Publicado em 06/09/2011 17:45 248 exibições
Após começar o dia em baixa, a Bolsa brasileira fechou no azul no pregão desta terça-feira (6) e voltou ao nível dos 56 mil pontos. O Ibovespa (principal índice da Bolsa paulista) fechou em alta de 2,93%, aos 56.607,30 pontos.

Foi a maior alta percentual diária desde 11 de agosto, quando a Bovespa subiu 3,79%. No ano, a Bolsa brasileira acumula prejuízo de 18,32%.

Enquanto investidores corrigiam preços no mercado norte-americano depois do feriado do Dia do Trabalho, a Bolsa brasileira mostrou um "respiro". O Ibovespa abriu os negócios em baixa e chegou a encostar na linha dos 53 mil pontos, mas conseguiu inverter a direção e descolar-se, assim, da trajetória de Wall Street.
Dólar vai a maior valor desde março

A moeda norte-americana teve valorização de 0,37% e terminou o dia cotada a R$ 1,657 para venda. É o maior valor diário desde 28 de março, quando era vendido a R$ 1,662.

No mês de setembro, o dólar já acumula alta de 4,03%. No ano, praticamente zerou suas perdas, e agora acumula desvalorização de 0,56%.
Bolsas internacionais têm fortes baixas com temor de investidores

As principais Bolsas da Ásia e da Europa fecharam em baixa, por preocupações de que a crise de dívida na zona do euro tenha piorado, em meio a divergências políticas na região. Também pesou o temor de que as principais economias estejam caminhando para uma recessão.

O principal índice das ações europeias caiu ao menor patamar em mais de dois anos. O FTSEurofirst 300, que mede o desempenho dos mais importantes papéis do continente, fechou em baixa de 0,66%, para 904 pontos, segundo dados preliminares. É o menor nível de fechamento desde julho de 2009.

As Bolsas de Valores asiáticas também fecharam em queda, com temores de que a crise de dívida da Europa esteja piorando, podendo desencadear uma segunda crise bancária.

Fonte:
Uol

0 comentário