Desvalorização do real é "paradoxal", diz Mantega

Publicado em 22/09/2011 16:18 700 exibições
O ministro da Fazenda, Guido Mantega, disse há  pouco que a desvalorização da taxa de câmbio observada nos últimos dias é "paradoxal" porque representa o fortalecimento da moeda americana que, no período imediatamente anterior, vinha se enfraquecendo.

Mantega voltou a dizer que está havendo um fortalecimento do dólar ante todas a moedas do mundo. "É um movimento normal de aversão ao risco", afirmou ele. "Mas não chegamos ao nível de 2008", acrescentou o ministro, referindo-se a desvalorização da moeda ocorrida após a quebra do banco Lehman Brothers.

Para Mantega, há o risco de "aumentar a tentação de medidas protecionistas" caso a economia mundial entre numa nova crise. Mantega disse que, num cenário de desaceleração de queda do consumo doméstico, muitos países podem impor medidas para se proteger de importados.

"Devemos combater o protecionismo", disse ele, durante entrevista coletiva após reunião dos Brics.

Mantega negou que o recente aumento de IPI para carros adotado pelo Brasil seria uma medida protecionista. "A medida estimula o investimento local em tecnologia e está aberta a todos os países", sustentou.

Fonte:
Valor Econômico

0 comentário