França apresenta orçamento e prevê déficit de 4,5% do PIB em 2012

Publicado em 28/09/2011 08:02 204 exibições
O governo francês apresentou nesta quarta-feira seu orçamento para 2012, quando pretende cortar o déficit para 4,5% do PIB, em relação aos 5,7% do PIB previstos para este ano. Em 2010, o déficit foi de 7,1% do PIB.

O valor do gasto público está congelado, bem como as transferências para os governos locais e a política de substituir apenas a metade dos servidores que se aposentarem. Será pedido aos congressistas que proponham 1 bilhão de euros em economias extras. Com a inclusão desse montante, o déficit cairá 15 bilhões de euros no ano que vem, para 80,8 bilhões de euros, aponta o orçamento.

“Pela primeira vez desde a guerra, um governo consegue colocar um limite sobre o gasto”, disse a ministra do Orçamento do país, Valerie Pancresse. “Estamos sendo observados, precisamos manter nossos compromissos.”

Além disso, medidas já anunciadas, que dizem respeito à taxação de grandes companhias, trarão 2 bilhões de euros adicionais em 2012, e o governo tentará apressar a implementação de um imposto sobre as pessoas de renda mais elevada, que estará em vigor até que o déficit volte a 3% do PIB, marca que a França espera atingir em 2013. Também estão planejados impostos sobre o álcool, tabaco e bebidas não alcoólicas que contenham açúcar.

O governo do presidente Nicolas Sarkozy também seguirá retirando isenções fiscais, medida que trouxe 11 bilhões de euros extras para o orçamento deste ano.

O orçamento projeta ainda crescimento de 1,75% do PIB e inflação de 1,7% em 2012, e valorização da taxa de câmbio média de US$ 1,41 este ano para US$ 1,43 por euro no próximo. O aumento do gasto dos consumidores deve acelerar-se de 1% em 2011 para 1,6% em 2012, enquanto o déficit deverá cair gradativamente, até atingir 1% do PIB em 2015. A relação dívida/PIB, por sua vez, deve atingir 85,5% em 2012, antes de cair para 85,4% em 2013, 84,2% em 2014 e 82,3% em 2015.

Fonte:
Valor Online

0 comentário