Europa: bolsas fecham em forte queda por causa da Grécia

Publicado em 04/10/2011 14:34 197 exibições
O principal índice das ações europeias fechou em forte queda nesta terça-feira, flertando com a mínima em 26 meses, em meio às discussões entre autoridades europeias sobre bancos sofrerem prejuízos maiores com a dívida grega e ao atraso do pagamento de uma importante parcela de ajuda a Atenas.

As ações do banco Dexia chegaram a desabar 38%, para mínimas recordes, por preocupações sobre a alta exposição do grupo franco-belga à Grécia. Suas ações caíram 20,4%, com grandes volumes de negócios, embora França e Bélgica tenham prometido apoio.

O índice do setor bancário tombou 4% depois que os 17 ministros de Finanças da zona do euro pediram uma revisão do acordo de swap de bônus gregos com credores privados. Os bancos acumulam perda de 36,4% no ano. "Os mercados estão nervosos porque há muita incerteza política. Enquanto não encontrarmos uma solução para a situação na Grécia, o ambiente continuará desafiador", disse o economista-chefe da Generali Investments, Klaus Wiener, que administra 330 bilhões de euros.

O índice das principais ações europeias FTSEurofirst 300 fechou em queda de 2,68%, aos 887 pontos, tendo declinado até 4% mais cedo, para o menor patamar em uma semana. O índice atingiu o menor nível em 26 meses no fim de setembro e acumula queda de 21% neste ano.

Em Londres, o índice Financial Times fechou em baixa de 2,58%, a 4.944 pontos. Em Frankfurt, o índice DAX caiu 2,98%, para 5.216 pontos. Em Paris, o índice CAC-40 perdeu 2,61%, para 2.850 pontos. Em Milão, o índice Ftse/Mib teve desvalorização de 2,72%, para 14.243 pontos. Em Madri, o índice Ibex-35 retrocedeu 1,54%, para 8.225 pontos. Em Lisboa, o índice PSI2 encerrou em queda de 2,18%, para 5.612 pontos.

Fonte:
Reuters

0 comentário