Dólar segue em baixa apesar de forte instabilidade externa

Publicado em 07/10/2011 14:08 289 exibições
A instabilidade segue elevada no mercado de câmbio local, mas o viés vendedor continua falando mais alto, mesmo que por pequena margem.

Por volta das 13h50, o dólar comercial mostrava queda de 0,27%, a R$ 1,781 na venda, mas fez mínima a R$ 1,752 (-1,90%).

Na Bolsa de Mercadorias & Futuros (BM&F), o dólar para novembro mostrava queda de 0,08%, a R$ 1,7905.

A última notícia a chacoalhar os preços foi a decisão da Fitch de rebaixar as notas soberanas de Itália e Espanha. O dólar chegou a operar com leve alta, mas voltou a perder para o real.

Mais cedo, a Moody's já tinha reduzido a nota de nove bancos portugueses, seguindo o rebaixamento do rating de Portugal, de "Baa1" para "Ba2", com perspectiva negativa.

Antes disso, os investidores receberam a nota oficial da Fazenda, negando a intenção alterar o Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) sobre derivativos ou qualquer outro ativo.

A possibilidade de revisão de alíquotas estava em pauta nas mesas e vinha sendo apontado como um dos vetores de baixa para o preço do dólar.

No câmbio externo, o Dollar Index, que mede o desempenho da divisa americana ante uma cesta de moedas, perdia 0,13%, a 78,54 pontos, mas está longe da mínima registrada aos 78,06 pontos. O euro mudou de rumo e tinha baixa de 0,28%, a US$ 1,339, mas chegou a subir a US$ 1,352.

Fonte:
Valor Online

0 comentário