CRISE DA EUROPA: FMI diz que não emprestará ao fundo de resgate europeu

Publicado em 04/11/2011 13:09 e atualizado em 04/11/2011 13:47 403 exibições
A diretora-gerente do Fundo Monetário Internacional (FMI), Christine Lagarde, disse nesta sexta-feira o fundo financia países, não entidades e que, portanto, não emprestará para o fundo europeu de estabilização.

Ela também afirmou que os países-membros farão o que for necessário para financiar de forma apropriada o fundo.

>> No G1: Reunião do G20 foi 'sucesso relativo', diz presidente Dilma

A presidente Dilma Rousseff afirmou nesta sexta-feira (4) ter considerado que a reunião do G20 realizada em Cannes, na França, foi um "sucesso relativo". Segundo a presidente, houve avanços na discussão sobre a crise na zona do euro, mas outros assuntos importantes foram deixados em segundo plano.

"O G20 foi um sucesso relativo no sentido de que era impossível que esse G20 não tratasse da crise [...] e fizeram uma agenda ligada a essa questão", afirmou a presidente em coletiva de imprensa de balanço do encontro de líderes mundiais.

Foi a sexta edição do G20, criado em 1999 e que anuamente reúne chefes de Estado, ministros da Fazenda e presidentes dos bancos centrais das maiores economias do mundo.

Veja a notícia completa no site do G1

>> No Valor: Brasil não tem intenção de comprar títulos de fundo europeu, diz Dilma

A presidente Dilma Rousseff disse hoje que o Brasil não tem a menor intenção de participar da ajuda à Europa com a compra de títulos do Fundo Europeu de Estabilização Financeira (EFSF, na sigla em inglês), o mecanismo europeu destinado a socorrer governos e bancos de dificuldades financeiras na zona do euro.

"Se nem eles [europeus] tem intenção, por que o Brasil teria?", reagiu, assinalando que os recursos são fruto das reservas internacionais vindas "de muito trabalho" dos brasileiros.

Veja a notícia completa no site do Valor Online

Fonte:
Reuters + G1 + Valor

0 comentário