Questão indígena: Manifestação na Bahia é cancelada e propriedade em Guaíra (PR) é invadida por índios Guarani

Publicado em 03/09/2013 12:02 e atualizado em 03/09/2013 12:54
591 exibições

A pedido do Governador da Bahia, Jaques Wagner (PT), a manifestação dos produtores rurais contra as demarcações de terras indígenas no sul do estado, que estava prevista para esta terça-feira (3) em Itabuna, foi cancelada. De acordo com o diretor financeiro da Associação dos Produtores de Ilhéus e Região, Abiel da Silva Santos, o governante se reuniu com representantes dos produtores e se comprometeu a conversar com o Ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, para solicitar o arquivamento do processo.

Na região, as pequenas propriedades continuam sendo invadidas por índios da etnia Tupinambá. E na madrugada desta segunda-feira (2), uma área, de cerca de 22 hectares, foi ocupada por um grupo e, durante a ação, um produtor rural de 55 anos foi baleado. O diretor financeiro destaca que, segundo os boletins médicos, o agricultor pode ficar paraplégico. 

“O estado brasileiro tem sido omisso e conivente com essa situação aqui na Bahia. As famílias estão acampadas na praça de Buerarema, pois não têm para onde ir. As propriedades eram os únicos lugares que as pessoas tinham para viver. Muitos estão morando de favor na casa de parentes”, diz Abiel.

Invasão em Guaíra (PR)

No estado do Paraná, a situação se repete e, na manhã de hoje (3) um grupo de indígenas da etnia Guarani invadiu uma pequena propriedade em Guaíra. Segundo o presidente do Sindicato Rural da cidade, Silvanir Rosset, cerca de 30 índios estão na área de cerca de 2 alqueires. “Eles passam pela propriedade e ameaçam os produtores rurais. Até o momento, em torno de 60 agricultores já estão no local e o risco de conflito é iminente. As demarcações no estado não foram suspensas”, afirma o presidente. 

Invasão Guaíra/PR

Invasão Guaíra/PR 2

Invasão Guaíra/PR 3

Fonte: Tatiane Alvarenga ONG DIP

Por: Fernanda Custódio
Fonte: Notícias Agrícolas

0 comentário