Questão indígena: Após vídeo, índios protocolam queixa-crime contra deputados do RS

Publicado em 28/05/2014 10:47 880 exibições

Dois movimentos indígenas protocolaram uma queixa-crime contra os deputados Luis Carlos Heinze (PP-RS) e Alceu Moreira (PMDB-RS) no Supremo Tribunal Federal (STF) nessa terça-feira (27). De acordo com as entidades, o motivo foi um vídeo com declarações polêmicas dos parlamentares que circulou com força nas redes sociais no início deste ano. Nas imagens, gravadas em novembro de 2013, Heinze afirma que quilombolas, índios, gays e lésbicas são "tudo o que não presta".

 "São elementos que incontestavelmente necessitam de punições, já que as alegações dos parlamentares acima qualificados conotam declarações injuriosas e racistas, com superlativo teor de preconceito, discriminação e incitação à violência e ao ódio", diz o texto assinado pelo Conselho Aty Guassu Guarani Kaiowa e pelo Conselho do Povo Terena.

Conforme o STF, o processo já está cadastro no sistema, mas, como é muito recente, ainda não há nenhum teor.

Veja a notícia na íntegra no site do G1 RS

Fonte:
G1 RS

0 comentário