Delinquencia ou Cultura?: Índio de 7 anos e adolescentes são suspeitos de matar professor no Amazonas

Publicado em 27/08/2014 18:09 568 exibições

Um menino de sete anos e outros cinco adolescentes, com idades entre 13 e 17 anos, todos indígenas da etnia Kulina, foram apreendidos nesta terça-feira (26), por suspeita de terem matado a facadas e degolado um professor, em Juruá no oeste do Amazonas. A vítima também era indígena, da mesma etnia que os garotos.

Um parente de um dos suspeitos denunciou o grupo à Polícia Civil. Após a apreensão, segundo a polícia, os índios admitiram o assassinato do professor, por vingança, porque ele teria esfaqueado um parente deles, há cerca de dois anos.

Em depoimento, ainda de acordo com a polícia, os índios disseram que esfaquearam, degolaram e em seguida jogaram o corpo do professor no rio Juruá.

Aos policiais a criança de sete anos teria dito que deu duas facadas no professor, enquanto um dos adolescentes teria admitido que decapitou a vítima.

Segundo a polícia, foram encontradas manchas de sangue no local do crime e apreendidas quatro facas. O corpo do professor ainda não foi localizado. A criança foi entregue à avó, e os adolescentes permaneciam apreendidos nesta quarta-feira em uma cela na delegacia de Juruá.

Fonte:
Questão Indígena

0 comentário