Índios Ka'apor promovem caça a madeireiros no Maranhão

Publicado em 04/09/2014 17:54 e atualizado em 08/09/2014 15:55
2502 exibições
Veja fotos dos índios aprisionando os madeireiros feitas por Lunae Parracho da agência Reuters

Índios da etnia Ka'apor promoveram uma caçada a madeireiros ilegais que agiam nas matas do Alto Turiaçu, próximo ao centro da cidade de Guilherme, no Maranhão. O flagrante foi registrado por um fotógrafo da agência Reuters no dia 7 de agosto e divulgado nesta quinta-feira.

Cansados da inoperância do governo do Estado para fiscalizar e manter os madeireiros longe das terras legalmente pertencentes à tribo, os guerreiros Ka'apor amarraram os criminosos e tiraram a roupa de alguns deles. Eles também jogaram gasolina nos caminhões usados pelos madeireiros e atearam fogo.

 

 

indiosmaranhaoreuterslunae-parracho7.JPG
indiosmaranhaoreuterslunae-parracho5.JPG
indiosmaranhaoreuterslunae-parracho6.JPG
indiosmaranhaoreuterslunae-parracho4.JPG
indiosmaranhaoreuterslunae-parracho3.JPG
indiosmaranhaoreuterslunae-parracho2.JPG
indiosmaranhaoreuterslunae-parracho.JPG
Fonte: Terra

6 comentários

  • Luiz de Santana Junior Aracaju - SE

    Bom dia! O MST em muitas invasões, usou esses meios de intimidação para conseguir seus intentos, poucos ou nenhum foram punidos; Concordo e me somo ao leitor Eduardo Basílio, com sua analise nua e crua sobre as fotos desta reportagem.
    att.,
    Luizinho Santana.

    0
  • Emanuel Geraldo C. de Oliveira Imperatriz - MA

    > O que a Lei, leia-se o Governo, MPF, FUNAI, CIMI, CTI, direitos humanos, etc dirão quando os não índios derem esse tratamento aos índios que invadiram e continuam invadindo fazendas no MS, Ba, etc, ignorando os mandados de reintegração de posse? Indio pode tudo?
    > Esses mesmos índios terão de ir à cidade, e ai o que acontecerá?

    0
  • raimundo sauer Cabeceira Grande - MG

    Boa tarde.a inoperancia do governo leva a estas cenas,so que estas imagens mostram so a ponta do iceberg.Os mandantes destes coitados e os compradores deles não são flagrados no corte destas madeiras.Os compradores geralmente são estrangeiros,todo mundo critica o Brasil pelos desmates e aos maus tratos e a falta de respeito com o indio,mas todos eles querem madeira barata para enfeitarem as belas casas da Europa,USA,etc.Parabenizo os indios.

    0
  • R L Guerrero Maringá - PR

    Perguntar não ofende: O que acontece conosco se fizermos o mesmo quando0 os índios invadem nossas terras?

    0
  • wilfredo belmonte fialho porto alegre - RS

    Quando "Cabral" disse ter descoberto o Brasil já haviam
    pessoas ocupando estas terras, que na verdade seriam os
    verdadeiros donos. Os séculos foram se passando e os verdadeiros donos da terra foram sendo enganados, espoliados, assassinados e culturalmente tratados como
    seres inferiores e, assim a sociedade os tratou até os dias de hoje. Não quero ser o dono da verdade mas, qual
    quer individuo que tenha observado nos últimos cincoenta
    anos como foi feita a ocupação do interior do Brasil tem
    plena consciência de que muitos crimes foram praticados em nome do desenvolvimento e o próprio governo incentivou e fez vistas grossas a estes crimes. Portanto
    se formos fazer uma análise séria do que está a ocorrer
    nos dias de hoje temos que analisar o todo desde a época do descobrimento. A história não se muda, ela pode
    ser contada de diversas formas, mas a verdade é única.

    0
  • Eduardo Basílio Uberlândia - MG

    É minha gente, a coisa está cada dia mais sem rédeas mesmo. Quem puder me explicar, por favor, me ajude a entender um pouco este país. Mais uma vez estou entendendo pelas fotos que se apresentam, que a lei por aqui existe para alguns, diferentemente que para outros. Vejam só, por exemplo o uso de armas de fogo. Índio pode usar arma de fogo a torto e a direito e nada. Ninguém faz nada. Ou, no máximo, pode aparecer alguma "autoridade"dizendo: - Vamos investigar se eles estão mesmo portando armas de fogo". Como se as imagens não fossem suficientes. Agora vai um cidadão comum carregar uma arma de fogo dentro de sua propriedade e ser visto com essa arma, mesmo que devidamente registrada, para ver o barulho que dá. Mas creio que a questão maior é a dos indivíduos, os índios, estarem fazendo justiça com as próprias mãos. Aliás, nas áreas indígenas parece reinar uma ordem totalmente distinta do restante do país, em termos de legislação.Alguém já viu alguma índio ser punido por esse tipo de atitude? Creio que nenhuma "autoridade" desse país hoje tem coragem de confrontar qualquer ato da comunidade indígena. Basta ver o caso das reintegrações suspensas, depois de de emitidas as devidas ordens judiciais de reintegração.Aquela conversa de que decisão judicial não se discute, se cumpre, para as questões indígenas é uma boa conversa fiada. Não funciona assim para os índios. O roubo de madeira em aéreas indígenas não é questão nova, bem como a extração e venda de madeira por parte dos próprios índios também não. Estas questões devem ser resolvidas em seus devidos foros e com ações pertinentes. Agora imaginem se a moda pega, e já esta pegando, de todos passarem a fazer justiça com as próprias mãos, principalmente em grupos. Vamos ter linchamentos coletivos a cada esquina. Outras duas questões alarmantes que chamam a atenção, neste relato do fotógrafo, são os "índios"encapuzados e uma guarda ambiental indígena. Para isto tudo virar uma milícia armada, nos dias de hoje, custa muito pouco. Isto tudo é um bom "caldo problemático" que, certamente, não será mencionado na atual campanha eleitoral por nenhum candidato, e também não será um questionamento da imprensa em nenhum debate aberto. Mexer com vespeiro é só para que tem muita coragem ou muita necessidade.

    0