Questão Indígena derruba Dilma e Marina e consagra Aécio Neves

Publicado em 07/10/2014 18:32 1109 exibições
O Partido dos Trabalhadores perdeu em todos os municípios onde há conflitos causados pelas demarcações da Funai. Destaque para o município de Buerarema, no sul da Bahia, e Alto Boa Vista, no Mato Grosso, Guaíra e Terra Roxa, no Paraná, e Sananduva, no Rio Grande do Sul. 


Buerarema, no sul da Bahia, foi o único município baiano onde Dilma teve menos votos do que Aécio Neves. A região abriga a maioria dos agricultores expulsos de suas terras por uma milícia indigenóide que já invadiu mais de cem propriedades. O município deu 67% dos votos a Aécio Neves, enquanto Dilma teve 26% e Marina apenas 7%.

Outro destaque foi o Município de Alto Boa Vista, no Mato Grosso, onde ficava a antiga Fazenda Suiá-Missu. Recentemente o Governo Dilma fez uma grande operação de limpeza étnica no local expulsando milhares de pessoas para que uma área de 165 mil hectares pusesse ser entregue a índios xavante. Dilma Rousseff teve apenas 14% dos votos. Marina, mais identificada com as demarcações e com os indigenistas, teve menos de 2%. Aécio Neves teve 82,56% dos votos válidos do município. Alto Boa Vista foi o município do Brasil que deu a maior votação proporcional ao PSDB.

O PT perdeu para o PSDB também na região de Pacaraima e Boa Vista, capital de Roraima. Dois dos município que abrigam a Terra Indígena Raposa Serra do Sol, também palco de operações de limpeza étnica de áreas indígenas feitas pelo PT. 

A região onde fica a Terra Indígena Buriti, no Mato Grosso do Sul, também deu vitória a Aécio Neves, apesar do grande número de indígenas que vivem no local. Em Ponta Porã e Antônio João, Aécio teve mais de 50% dos votos.

Os municípios de Terra Roxa e Guaíra, no oeste do Paraná, conflagrados por demarcações, deram vitória folgada ao PSDB. Nos dois municípios Aécio recebeu mais das metade dos votos.

O candidato do PSDB ganhou, ainda, por ampla margem nos município do norte do Rio Grande do Sul onde a Funai tenta demarcar várias terras indígenas. O destaque foi o município de Sananduva com 62% dos votos para Aécio Neves.

Os conflitos indígenas começaram a pipocar no campo com a chega do PT ao poder. Os governo do PT foram responsáveis pelas últimas três grandes operações militares de expulsão de não indígenas de áreas que foram demarcadas pela Funai. Milhares de pessoas foram expulsas sem qualquer tipo de assistência por parte do Governo. É o caso dos municípios de Roraima e Mato Grosso.

O PT abrigou na Secretaria Geral da Presidência da República a nata do indigenismo radical que foi responsável por essas operação de expurgo étnico. Além disso, o Governo da Presidente Dilma foi omisso e se mostrou incompetente na tentativa de encontrar soluções reais para os conflitos.

O candidato do PSDB à Presidência tem dito que buscará soluções para o impasse da Questão Indígena. Aécio Neves já deu declarações de que seu governo usará as decisões do STF sobre o caso Raposa Serra do Sol como parâmetro para os casos de novas demarcações de terras indígenas. É muito mais do que fez o atual governo.

As pessoas que sofrem com a ameaça de perder as terras pela ação da Funai passaram a enxergar em Aécio uma opção de solução muito mais real do que Dilma Rousseff.

Fonte:
Questão Indígena

0 comentário