Em Chicago, grãos fecham pregão noturno em campo negativo

Publicado em 10/02/2012 10:36 764 exibições
Sexta-feira de mercado negativo para os grãos negociados na Bolsa de Chicago. A soja e o milho dão continuidade à realização de lucros e o trigo segue refletindo os dados baixistas divulgados ontem pelo USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos).

Nesta quinta-feira (9), o departamento norte-americano divulgou seu boletim mensal de oferta e demanda aumentando sua estimativa para a safra e os estoques finais mundiais de trigo. A produção foi estimada em 692,88 milhões de toneladas e as reservas em 213,10 milhões de toneladas, que registraram o maior volume desde a temporada 1999/2000.

No entanto, o mercado apostava em um redução da colheita e dos estoques globais. "Estoques finais recorde deverão ser fatores de pressão para o mercado. Temos agora mais trigo do que tínhamos em 99/2000", disse o analista de mercado inglês Dave Norris.

Já para a soja e para o milho, os números trazidos pelo USDA foram neutros apesar da redução estimada pelo departamento para as safras e os estoques mundiais de ambas e as commodities.

Agora, o mercado deve se focar no desenrolar das informações sobre a demanda ou as condições climáticas, fatos que poderiam trazer um novo fôlego ao mercado, possibilitando novas altas.

Tags:
Por:
Carla Mendes
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário