Soja: USDA não surpreende e mercado recua realizando lucros

Publicado em 09/03/2012 15:11 861 exibições
Os futuros da soja negociados na Bolsa de Chicago reverteram os ganhos do início da sessão regular desta sexta-feira e passaram a recuar  após a divulgação do relatório do USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos). Apesar do departamento ter confirmado as perdas registradas na América do Sul por conta pela estiagem, o mercado realiza lucros depois de já contar com essas informações precificadas. 

A projeção para a safra global de soja foi revista para baixo, passando de 251,47 
milhões para 245,07 milhões de toneladas. Os estoques mundiais também foram reduzidos, passando de 60,28 milhões de toneladas para 57,3 milhões. Já os norte-americanos foram mantidos em 7,48 milhões de toneladas. 

Já a produção brasileira foi estimada em 68,5 milhões de toneladas, contra as 72 milhões de toneladas previstas em janeiro. Para a Argentina, a redução foi de 48 milhões para 46,5 milhões de toneladas. 

Porém, as altas registradas na sessão regular desta sexta-feira não foram tão expressivas e confirmam a posição de alguns analistas, de que o mercado já havia precificado e absorvido essas perdas reportadas hoje pelo USDA. O avanço foi limitado pela falta de notícias que pudessem surpreender os agentes, estimulando motivos para novas altas. 

O analista de mercado Steve Cachia, da Cerealpar, explicou que o relatório é altista de um modo geral, principalmente no curto e médio prazo. "O mercado não precisa reagir hoje. Ele sempre tenta antecipar, e antecipou, então, já está precificado". 

Além disso, ainda de acordo com a análise de Cachia, o mercado ainda enfrente uma grande incerteza sobre a movimentação dos fundos de investimento, que podem buscar tomar um fôlego após as fortes altas dos últimos dias e realizar lucros. 
Tags:
Por:
Carla Mendes
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário