Soja: Mercado se aquece em Mato Grosso no embalo dos números do USDA

Publicado em 03/04/2012 07:41 669 exibições
Após um longo tempo longe dos grandes patamares, o mercado “encheu o peito” após o relatório do USDA, que indicou a princípio uma menor área para o plantio da soja nos EUA, e atingiu a cotação acima de US$ 14,00 o bushel. Cotação tão alta que não era atingida desde agosto de 2011, período em que se eleva normalmente por ser entressafra mundial da oleaginosa. Comparando com o mesmo mês de março da safra anterior, quando o maior valor do bushel foi US$ 13,83, é uma valorização de 1,3%. Entretanto, o preço da soja em Alto Araguaia, maior cotação do Estado, no último dia de março de 2011 foi de R$ 41,80/sc e, já nesta sexta-feira (30) o melhor negócio ocorreu a R$ 51,00/SC, preço 22% maior no mesmo período. Essa potência do mercado se reflete, inclusive, para os preços da safra 2012/13 de Mato Grosso, que já tem produtores que comercializaram parte da produção futura, com valores em torno de US$ 25,00, dependendo da localização. O impacto desse aumento de preço pode ser a rápida comercialização dos grãos no mercado, que possui apenas 22,0% a ser vendido, fazendo com que a soja mato-grossense se esgote antes mesmo do encerramento da safra no mês de junho.

Clique aqui para conferir a íntegra da análise.

Tags:
Fonte:
Imea

0 comentário