Teste assegura qualidade de sementes de soja

Publicado em 16/04/2012 11:25 794 exibições
Cultivares FPS Júpiter RR e FPS Urano RR apresentam bons percentuais de vigor e viabilidade.
Geraldo Kok, da Sementes Bom Sucesso, recorreu ao teste de tetrazólio para atesta a qualidade do material que produziu na safra 2011/2012. Entre outras cultivares de soja, ele plantou 90 hectares da FPS Júpiter RR e 220 hectares da FPS Urano RR na localidade de Bom Sucesso, interior de Não-Me-Toque (RS).

Com a FPS Júpiter RR, Kok obteve uma produtividade média de 59 sacos por hectare. Já com a FPS Urano RR, a produtividade foi de 61 sacos por hectare. Segundo ele, estas foram as duas cultivares mais produtivas de sua propriedade, pois se adaptaram bem às adversidades de uma safra marcada pelo déficit hídrico.

“A FPS Urano RR é a melhor cultivar de soja que existe hoje no mercado para a nossa região”, afirma Kok. Já a FPS Júpiter RR, segundo o produtor de sementes, tem se destacado também em outras regiões brasileiras. Prova disso, é que a Sementes Bom Sucesso já reservou 30 toneladas de sementes FPS Júpiter RR para um cliente de Dourados (MS).

Mesmo satisfeito com os resultados obtidos com essas duas cultivares, Geraldo Kok procurou o laboratório da Cotrijal (Cooperativa Tríticola de Não-Me-Toque) para avaliar a qualidade das sementes de soja produzidas nesta safra. O teste de tetrasólio apontou que as sementes das cultivares FPS Júpiter RR e FPS Urano RR apresentam boa qualidade fisiológica.

A analista de sementes do laboratório da Cotrijal, Rosemery Carleti, explica que o teste de tetrazólio é um exame bioquímico que mede a viabilidade (germinação) e o vigor das sementes. A viabilidade calcula a quantidade de sementes vivas capazes de germinar e gerar plantas saudáveis. Já o vigor, avalia a força da semente e a sua influência na qualidade das plantas. Segundo Rosemery, o mercado busca sementes com viabilidade igual ou superior a 80% e vigor mínimo de 75%.

O teste de tetrazólio apontou um índice de 90% de viabilidade e 84% de vigor para a cultivar FPS Júpiter RR. Já a FPS Urano RR, apresentou 92% de viabilidade e 86% de vigor.

O exame consiste na aplicação de um reagente, o sal de tetrazólio, que diferencia por coloração os tecidos vivos e sadios dos tecidos deteriorados. O teste também é capaz de detectar outros danos possíveis às sementes, como os causados por insetos, deterioração por umidade e danos mecânicos. “Trata-se de uma avaliação rápida e precisa”, assegura Rosemery. De acordo com a analista, o laboratório da cooperativa entrega o resultado do teste de tetrazólio de um dia para o outro.
Tags:
Fonte:
Fundação Pró Sementes

0 comentário