Soja: Mercado fecha o dia com mais de 20 pts de alta frente a oferta ajustada

Publicado em 24/04/2012 19:47 1407 exibições
O mercado internacional da soja encerrou com o dia com forte alta nesta terça-feira na Bolsa de Chicago. No fechamento da sessão regular os futuros da oleaginosa registraram avanços de mais de 23 pontos nos principais vencimentos. No melhor momento do dia, o contrato maio/12, referência para a safra brasileira, marcou os US$ 14,67, maior valor dos últimos três anos e meio.  

Os fundamentos continuam bastante positivos e dando um importante suporte para os preços, apesar da realização de lucros dos últimos dias. A oferta é perigosamente restrita, principalmente por conta da quebra da safra da América do Sul, e a a demanda continua bastante aquecida, que deve focar os EUA após as perdas no Brasil e na Argentina. 

Hoje, a Oil World voltou a reduzir suas estimativas para a safra de soja da Argentina e estimou a colheita em 42 milhões de toneladas, 15% a menos do que há um ano. As áreas que foram plantadas mais tarde no país ainda podem ser afetadas por uma onda de frio e ter seu rendimento reduzido, uma vez que ainda não encerraram o período de maturação. 

Atualmente, os argentinos são os principais exportadores de ração e óleo de soja para alimentação. Na semana encerrada no último dia 12, as vendas de soja para ração dos Estados Unidos dobraram em relação ao mesmo período do ano anteriore atingiram o maior índice desde 2003, de acordo os últimos dados do USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos). 

A volatilidade tem estado bem presente no mercado da soja, o qual vem se mostrando nervoso e ansioso. Analistas afirmam que o momento é de bastante incerteza e que os traders vêm se apegando a muitos boatos, mesmo que eles não se confirmem mais adiante.
Tags:
Por:
Carla Mendes
Fonte:
Notícias Agrícolas

2 comentários

  • Liones Severo Porto Alegre - RS

    Geada atemporal nas lavouras de soja argentinas pode ter reduzido safra de soja para menos de 40 milhões de tons e, condições climaticas adversas atrazam plantio do milho nos Estados Unidos, fazem preços disparar na Bolsa de Chicago. São os maiores precos desde julho de 2008, quando o mercado registrou usd 16,66 p;bu. Mercado deve seguir com a escalada de alta.

    0
  • Vilson Ambrozi Chapadinha - MA

    À poucos dias escrevi que a worl oil faria outras previsões sobre a safra Sul Americana,(n0 minimo mais umas quatro)Pois agora ainda faltam três,

    0