Soja tem forte queda com realização de lucros e colheita nos EUA

Publicado em 17/09/2012 12:21 1812 exibições
Nesta segunda-feira (17), os futuros da soja negociados na Bolsa de Chicago iniciaram a semana com fortes perdas e, por volta das 12h (horário de Brasília), os principais vencimentos perdiam mais de 50 pontos, deixando o patamar dos US$ 17 por bushel. Esse recuo bastante expressivo já pressiona também os mercados vizinhos do milho e do trigo, que operam com perdas significativas, de mais de 20 pontos para o milho e de mais de 30 para o trigo. 

Como explica o analista de mercado Steve Cachia, da Cerealpar, o mercado recua frente a uma pressão sazonal e natural com o avanço da colheita da safra norte-americana, o que também pressiona o milho. Além disso, há também uma realização de lucros depois das fortes altas das últimas sessões. 

"Porém, é mais expressiva essa pressão na soja, pois foi quem mais subiu e também onde pode haver reportes de uma produtividade melhor em alguma áreas que já começam a ser colhidas e que, às vezes, assustam os especuladores e provocam liquidações por parte dos fundos", diz Cachia. 

O momento é de bastante cautela para o mercado internacional de grãos, e não há muita força para continuar subindo e sustentando fortes altas. Segundo Pedro Dejneka, analista de mercado da PHDerivativos, "nas próximas duas semanas, agora em setembro, será bastante difícil a soja sustentar qualquer tipo de alta, a não ser que tenhamos novos dados de demanda. Novos dados, pois já sabemos que ela está forte, os EUA já venderam quase 65% de sua cota de exportação e o ano comercial acaba de começar. Esses dados eles sustentam os preços, mas para elevá-los a novas máximas serão necessárias novas informações". 
Tags:
Por:
Carla Mendes
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário