Soja MT: Suspense das chuvas faz com que o produtor tenha cautela no plantio nas regiões mais deficientes em precipitação

Publicado em 06/11/2012 10:55 296 exibições
A ausência de precipitação por mais de uma semana fez com que alguns municípios de Mato Grosso plantassem em ritmo mais lento, a fim de aguardar maiores volumes pluviométricos que pudessem atingir o Estado. Mesmo assim, como algumas regiões estão sendo favorecidas por um volume de chuva que  beneficia o plantio, a evolução média ainda se manteve regular, avançando 12,2 pontos percentuais e atingindo 62,5% da área estimada semeada. No comparativo com o mesmo período da safra passada esse percentual de área plantada está inferior em 12,9 pontos percentuais, pois na temporada 2011/12 já haviam sido plantados 75,4% da área, ou seja, 5,3 
milhões de ha, que comparados ao atual são 400 mil ha superiores. As regiões que se encontram mais adiantadas nos trabalhos é a médio-norte, com 85,9% da área plantada, seguida pela região sudeste, com 63,2% concluída. As regiões mais atrasadas em relação ao plantio da safra passada são a oeste (57,5%) e a centro-sul (43,9%), que estão com 23,8 e 24,2 pontos percentuais inferiores a 2011/12, respectivamente, resultado da baixa disponibilidade de chuva na região. As chuvas dos próximos  dias serão determinantes para a continuidade do plantio e desenvolvimento das plantas e detecção da necessidade de replantio.

Clique aqui e confira íntegra do Boletim Semanal do Imea.
Tags:
Fonte:
Imea

0 comentário