China volta ao mercado e soja registra mais uma sessão de alta na CBOT

Publicado em 06/12/2012 10:38 1079 exibições
Nesta quinta-feira (6), a soja registra mais uma sessão de preços em alta na Bolsa de Chicago. Os futuros da oleaginosa sobem pelo quarto dia no mercado internacional focando 
-se nos seus fundamentos ainda positivos e nas incertezas sobre a América do Sul. 

Para Vlamir Brandalizze, consultor da Brandalizze Consulting, o mercado observa com muita atenção o patamar dos US$ 15 por bushel, tentando ultrapassar essel nível de preço nos próximos dias. Para isso, se apoia nos fundamentos. 

Os investidores ainda têm como foco principal na Bolsa de Chicago a estreita relação entre oferta e demanda. A procura por soja se mantém muito firme e notícias de que a China estaria voltando ao mercado dá novo fôlego ao avanço dos preços. 

"Há indicativos de que novos volumes de grãos serão adquiridos pela China nesta quinta-feira e há a necessidade por parte da nação asiática da compra de 3 a milhões de toneladas nessa semana e na semana que vem. Os estoques locais baixaram, os esmagadores chineses estão tendo boas margens de lucro neste momento, então, é essa hora em que eles entram fazendo compras adicionais ou para recompor seus estoques", explica Brandalizze. 

Paralelamente, há ainda a questão climática na América do Sul. Como já vem sendo sinalizado pelos analistas, o mercado ainda não é completamente climático já que a safra sulamericana ainda conta com um longo caminho para o seu desenvolvimento. 

Porém, situações pontuais de falta de chuvas no Sul do Brasil e do severo atraso no plantio da soja na Argentina em função das precipitações excessivas já começam a atrair a atenção dos traders. Entretanto, essas informações ainda não são as protagonistas de movimentos mais intensos de alta ou de baixas.  
Tags:
Por:
Carla Mendes
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário