Publicidade

65% da soja mato-grossense vai para o exterior

Publicado em 18/12/2012 08:01 216 exibições
Sessenta e quatro por cento da soja mato-grossense da Safra 2012/ 13, estimada em 24,131 milhões de toneladas, já foi comercializada, conforme estimativa divulgada este mês pelo Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea). Principal comprador é o mercado externo, para onde vai 65% do grão plantado no Estado, estima o analista Cleber Noronha, destacando que o restante vai para o consumo interno, esmagando para exportação de farelo ou para produção de óleo. Com a “quebra” da safra no sul do país no 1º semestre deste ano por causa da seca, houve ampliação do mercado comprador nacional, que está optando, no entanto, pela produção dos países vizinhos. A Cooperativa Lar, localizada em Céu Azul, no Paraná, desistiu de recorrer a Mato Grosso devido ao custo, sobretudo logístico. De acordo com o vice-presidente da cooperativa paranaense, Lauro Soeth, a falta de infra-estrutura e o preço do frete fazem parte dos entraves para a comércio entre os estados. Fazendo com que seja mais barato para a indústria de ração comprar o grão paraguaio, cuja importação tem também benefícios tributários. “Temos isenção de PIS e Confins baseado no volume exportado, além de estarmos próximos do país”, diz Soeth, calculando uma distância de 70 quilômetros entre a indústria e as áreas produtoras. Facilidades que aumentaram em 50% a importação de soja do Paraguai pela cooperativa.

Veja a notícia na íntegra no site da Gazeta Digital
Tags:
Fonte:
Gazeta Digital

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário