Chicago: Grãos seguem em queda ainda pressionados pelo USDA

Publicado em 01/04/2013 07:45 e atualizado em 01/04/2013 09:17
1479 exibições
Nesta segunda-feira (1), o mercado internacional de grãos dá continuidade ao movimento de queda da última quinta-feira (28 de março), quando os preços da soja, do milho e do trigo despencaram após a divulgação do relatório do USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos). O mercado volta a trabalhar hoje após o fechamento de quinta-feira, estando fechado no feriado desta sexta-feira (29). 

Por volta das 9h (horário de Brasília), os principais vencimentos da soja operavam com baixas entre 9,50 e 17,50 pontos. O contrato maio/13, referência para a safra brasileira, já não se sustentava mais no patamar dos US$ 14 e era cotado a US$ 13,87/bushel. No milho as perdas eram mais intensas e os contratos mais próximos perdiam mais de 30 pontos. Já no trigo o recuo não chegava a 10 pontos. 

O departamento norte-americano surpreendeu o mercado trazendo estoques de soja e principalmente de milho acima das expectativas. Foram estimadas 27,2 milhões de toneladas para a soja, contra expectativas que variavam de 24,63 milhões a 26,78 milhões de toneladas, e 137,2 milhões de toneladas de milho, enquanto os traders apostavam em um volume de 124,09 milhões e 133,31 milhões de toneladas. 

Os estoques trimestrais, no entanto, ainda ficam bem abaixo dos volumes registrados no mesmo período do ano anterior, de 32,63 milhões de toneladas de soja e 152,99 milhões de toneladas de milho. Apesar disso, a reação imediata do mercado foi bastante negativa e os preços acabaram despencando. 

Além dos números dos estoques trimestrais, o mercado sentiu a pressão também das estimativas para as áreas de soja e milho nos EUA na safra 2013. A área de soja foi estimada em 31,2 milhões de hectares e, se confirmada, será a quarta maior da história. Já a de milho, projetada em 39,38 milhões de hectares, deverá ser a maior desde 1936. 
Tags:
Por: Carla Mendes
Fonte: Notícias Agrícolas

1 comentário

  • diogo patua barreiras - BA

    E as especulações de baixo nível continuam...
    Com esses preços não dá pra abrir mais terra. Daí vcs especuladores nã0 terão "mais" produtos na mão pra ganhar dinheiro. Pensem dessa forma caros "plantadores de notícias".

    0