China assina acordo com os EUA para a compra de soja no valor de US$ 2,8 bi

Publicado em 17/09/2013 11:27 e atualizado em 17/09/2013 12:52
1576 exibições

Companhias chinesas assinaram acordos com exportadores agrícolas dos Estados Unidos, nesta segunda-feira (16), para a compra de 4,83 milhões de toneladas de soja norte-americana, com o volume avaliado em US$ 2,8 bilhões. 

Em uma cerimônia feita pelo Conselho de Exportação de Soja dos EUA, estiveram presentes executivos de empresas chinesas como a COFCO, a Sinograin e a Chinatex. Foram assinados 13 acordos separados com representantes da Archer Daniels Midland, Bunge, Columbia Grain e outras. 

A soja será embarcada no atual ano comercial, o qual começou no último dia 1º de setembro, e antes da chegada da nova safra da América do Sul, em meados de março. O valor dos negócios já foi definido, mas os termos finais serão negociados posteriormente. 

As cartas de intenção de compras assinadas nesta segunda não são contratos de vendas vinculados, porém, tradicionalmente, são cumpridos por parceiros comerciais já estabelecidos, como é o caso da relação entre a China e os Estados Unidos. 

Ainda assim, alguns exportadores norte-americanos declararam seus acordos ao USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos), os quais mais tarde serão relatados como vendas confirmadas, como mandam as regras de informação diária de exportação dos EUA. Essas confirmações aconteceram nos anos de 2011 e 2012 e registraram alguns recordes de compras diárias por parte da nação asiática. 

O volume constado nesse acordo é apenas uma parte da demanda da China, a qual está estimada, para a temporada 2013/14, em 69 milhões de toneladas pelo USDA. Caso seja confirmada, serao 10 milhões de toneladas a mais do que o a do ano comercial anterior. Atualmente, a o país é o maior importador mundial de soja e na safra 2012/13 comprou 21,5 milhões de toneladas de soja dos EUA. 

Tradução: Notícias Agrícolas

Por Carla Mendes

Tags:
Fonte: Reuters

0 comentário